Morador de rua almoça em restaurante de bairro nobre e faz questão de pagar conta

Morador de rua almoça em restaurante em bairro nobre de Belo Horizonte. Foto: Reprodução/Facebook

Morador de rua almoça em restaurante em bairro nobre de Belo Horizonte. Foto: Reprodução/Facebook

Um morador de rua decidiu usar a nota de R$50 que possuía para realizar o desejo de almoçar em um restaurante de classe média alta. Maltrapilho e descalço, ele foi bem recepcionado pelos funcionários, orientados a atender com atenção o novo cliente do local. O caso ocorreu na tarde da última quarta-feira (04), em Lourdes, bairro nobre na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

De início, o cliente solicitou a ajuda de um garçom para entender o menu. No seu pedido, alguns pratos e, para acompanhar, uma garrafa de vinho. Ao terminar a refeição, ele fez questão de pagar a conta com os R$50 que trouxera. Apesar do almoço ter sido um valor mais caro do que ele poderia pagar, o restaurante apenas cobrou R$10 e devolveu o restante da quantia para o rapaz.

Indignado, pois sabia que sua refeição não tinha custado apenas R$10, o morador de rua fez questão de que o restaurante ficasse com o restante do dinheiro. No entanto, o chef de cozinha pediu para avisá-lo que a refeição tinha saído por conta da casa.

Caso repercutiu nas redes sociais

O caso foi relatado, também, por pessoas que estavam presentes no restaurante. Pelas redes sociais, a advogada Daniela Lage Mejia Zapata compartilhou a história. A postagem no Facebook já alcançou mais de 16 mil curtidas.

“Preste atenção nesta foto. O que você vê [na foto]? Ela conta uma história. Uma história linda assistida por mim, @tatipratesmotta e @leticiajungerc. Então, senta que lá vem o relato. Estávamos almoçando no Benvindo quando, de repente, este Senhor entra no restaurante com uma nota de $50,00 na mão informando ao garçom que queria comer. O garçom, então, lhe indicou a mesa e perguntou o que ele queria. Vinho e um prato de massa, além de uma entrada de bacalhau. Estava feliz. Aquele momento era seu, aquele lugar lhe cabia. Almoçou serenamente. Antes de pedir a conta, ainda pediu um guaraná. Satisfeito, pagou o almoço com sua nota de 50,00 o que, nós sabíamos, não seria suficiente para pagar a conta. Qual foi a postura do restaurante? Recebeu a quantia e lhe deu R$ 20,00 de troco. Sim. Você entendeu. Nós também. Assistimos um exemplo lindo de cidadania, empatia e compaixão. A tranquilidade deste senhor me fez refletir sobre os diversos caminhos que escolhemos ao longo da vida em busca da felicidade….e muitas vezes ela está ali, da forma mais simples e mais verdadeira”.

Restaurante agradece comentários

Com a repercussão positiva, o restaurante publicou uma nota no Facebook para agradecer o carinho dos clientes. Em sua página no Facebook, o Benvindo destacou que o acontecimento foi “uma atitude genuína e verdadeira”.

“Agradecemos os comentários de nossos clientes, amigos e seguidores que tiveram um retorno tão positivo sobre o acontecimento que, para nós, nada mais é que uma atitude genuína e verdadeira”, enfatizou a postagem. “Benvindo é mais que um nome, é o nosso compromisso de fazer com que todos se sintam à vontade e sejam atendidos com o mesmo carinho e atenção. Continuamos mais do que nunca com o compromisso de fazer com que todos se sintam realmente ‘benvindos’!”, concluiu.

Comentários




mais notícias

    gl