Mais Médicos: 85% de vagas não ocupadas são nas regiões Norte e Nordeste

Médicos Cubanos. Foto: Reprodução

Das 842 vagas do programa Mais Médicos antes ocupadas por médicos cubanos e que não tiveram inscritos nos dois editais voltados para brasileiros, 85% estão em cidades das regiões Norte e do Nordeste, sendo que 51% se concentram em dois Estados: Amazonas e Pará.

Os números, tabulados pelo jornal O Estado de São Paulo com base em dados do Ministério da Saúde, mostram ainda que um em cada quatro postos sem inscritos, um está em distrito sanitário indígena.

A vagas estão espalhadas nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Nenhuma vaga no Sudeste ficou sem interessado. Já na região Sul, somente 62 vagas no Rio Grande do Sul não tiveram inscritos.

Comentários




mais notícias

    gl