Leia a carta de sobrinha para médico que morreu em abrigo no Rio Grande do Sul

Médico Leandro Medice Passos Costa e sobrinha Amanda Medice. Foto: Reprodução/Istagram

Médico Leandro Medice Passos Costa e sobrinha Amanda Medice. Foto: Reprodução/Istagram

Comovente. A sobrinha do médico Leandro Medice, de 41 anos, escreveu uma carta para o tio nas redes sociais após receber a notícia da morte do profissional.

A morte do cardiologista foi confirmada na manhã de segunda-feira (13) durante sua primeira missão humanitária no Rio Grande do Sul com o objetivo de ajudar as vítimas das chuvas no estado gaúcho.

A suspeita é a de que o capixaba tenha sofrido um mal súbito. Velório e enterro aconteceram na manhã desta quarta-feira (15), no cemitério Jardim da Paz, em Serra, no Espírito Santo. Pelas redes sociais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou a morte do médico.

A carta

No depoimento, a nutricionista Amanda Medice, de 22 anos, comentou que os dois tinham planos que não vão mais se concretizar, como um almoço em meio à correria do dia a dia, e outros projetos que ele gostaria de realizar. “Morrer é ridículo”, escreveu a jovem. Leia na íntegra:

Carta aberta para o meu dindo:

Morrer é ridículo.
Você combinou o que iríamos almoçar na semana seguinte, está com planos de reformar sua casa, está preocupado com contas, com várias ideias para o instituto… e do nada, pela manhã, morre. Como assim??? E os e-mails que você não leu? sua toalha molhada no varal? suas roupas para lavar? o instituto para limpar? os pacientes? a nossa família? Você passou mais de 10 anos estudando, se profissionalizando… fez fisioterapia, medicina, se especializou em cardiologia, intensivista, transplante capilar… De uma hora pra outra, tudo termina num infarto no meio da tragédia que você foi ajudar no Rio Grande do Sul.
Morrer é uma loucura. Te obrigada a sair da festa na melhor hora, sem se despedir de ninguém, sem ter um último abraço ou um último “te amo”. Dindo, meu amor, éramos tão iguais e nunca me imaginei escrevendo isso para você… para sempre serei sua filha, sua cópia!
Eu te amo além da vida,
com amor, sua filha do coração,
Amanda.

‘Vamos ajudar’, disse médico em vídeo antes de morrer

Leandro Medice gravou um vídeo antes de morrer. Na gravação, ele falou sobre as expectativas para sua primeira missão como médico voluntário para ajudar as vítimas das chuvas.

“Ei, pessoal! Hoje eu estou fazendo uma coisa diferente. Pela primeira vez, eu vou partir para uma missão humanitária. O Sul está precisando da gente. Então, saí um pouco da minha rotina, do conforto do consultório. A cirurgia acabou agora há pouco, a gente já emendou. São 4h da manhã agora. A gente está indo pra lá ajudar os nossos irmãos que estão precisando”, disse.

“Eu vou tentar passar pra vocês aqui a real situação que está lá até mesmo pra gente conseguir juntar mais forças pra ajudar o pessoal, que está precisando em meio a essa catástrofe no Sul”, afirmou. “Assim que eu conseguir, eu mostro tudo que está acontecendo e vamos juntos nessa missão. Conto com a oração de vocês pra gente juntar forças e ajudar o máximo de pessoas que a gente conseguir”, concluiu o cardiologista.

Comentários

 




    gl