Justiça determina nova prisão do goleiro Bruno; entenda o motivo

Goleiro Bruno Fernandes. Foto: Reprodução/YouTube/SBT

Goleiro Bruno Fernandes. Foto: Reprodução/YouTube/SBT

O goleiro Bruno Fernandes pode voltar à prisão. Condenado pelo assassinato da modelo Eliza Samudio em 2010, ele está em regime semiaberto desde 2019.

Desta vez o motivo é devido ao atraso no pagamento da pensão alimentícia de seu filho de 12 anos, Bruno Samudio, que é fruto do relacionamento com Eliza. A determinação foi da 1ª Vara de Família de Cabo Frio, nesta quarta-feira (10).


Leia também:

+ Torcedor do Palmeiras morre enquanto assistia disputa de pênaltis

+ Arthur do Val, o Mamãe Falei, é convidado para A Fazenda 14

+ Vídeo: prédio onde Neymar tem cobertura, balança com ventos em SC


O goleiro foi condenado, em 2010, a 22 anos de prisão pelos crimes de sequestro, cárcere privado, assassinato e ocultação do corpo da modelo. Ela nunca foi encontrada.

Atualmente, o jogador atua pelo Atlético Carioca, na cidade de São Gonçalo, da Série C do Campeonato Carioca.

Comentários

 




    gl