Governo veta projeto que liberaria bebidas alcoólicas em estádios de São Paulo

Bebidas. Foto: Reprodução de Internet

Bebidas. Foto: Reprodução de Internet

Depois de aprovado pela Assembleia Legislativa, o projeto que permite a venda de bebidas alcoólicas nos estádios e arenas esportivas paulistas foi vetado pelo Governo de São Paulo.

A decisão foi publicada nesta quinta-feira (11) no Díario Oficial (DOSP) da cidade pelo vice-governador Rodrigo Garcia, que está em exercício no cargo durante a ausência de João Dória, que já havia antecipado a intenção de vetá-lo por considerar a medida inconstitucional. O entendimento é de que o Estatuto do Torcedor veta a venda. Assim, uma lei estadual passaria por cima de outra federal, o que seria inconstitucional.

O tema da liberação de cerveja nos estádios ganhou força após a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovar, no último mês, um projeto que autoriza o consumo e venda em arenas esportivas no estado.

A liberação seguiria algumas regras: segundo o projeto, a venda de bebidas alcoólicas deveria ser iniciada uma 1h30 antes do início da partida e encerrada 60 minutos após seu término.

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo haviam se unido para pressionar o governador João Doria (PSDB) há algumas semanas pedindo a liberação da cerveja nos estádios. Os clubes  chegaram a fazer um tuitaço em junho defendendo a liberação das bebidas alcoólicas.

Comentários




    gl