Governo do Rio extingue Conselho de Segurança Pública

Palácio Guanabara. Foto: Reprodução de Internet

Palácio Guanabara. Foto: Reprodução de Internet

O governo do Rio antecipou as mudanças estruturais na área de segurança pública prevista para ocorrer em seis meses. Com isso, as atividades da Secretaria Executiva do Conselho de Segurança Pública passam para as secretarias de Estado de Polícia Militar e de Polícia Civil a partir de segunda-feira (14), quando as mudanças serão publicadas no Diário Oficial do estado.

A avaliação feita pelo governo nos primeiros 11 dias concluiu que as secretarias da Polícia Militar e da Polícia Civil já são capazes de absorver as funções desempenhadas pela Secretaria Executiva. A transição das atividades será de responsabilidade da Secretaria de Estado da Casa Civil e Governança.

Com a mudança, o então secretário-executivo do Conselho de Segurança Pública, Roberto Motta, será nomeado como assessor especial do Gabinete do Governador e ficará responsável pelos projetos de tecnologia na área de segurança.

Nesta sexta-feira (11) o governo Witzel teve outra modificação na área de segurança. O secretário estadual de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro, André Caffaro de Andrade, deixou o cargo depois de 11 dias comandando o setor. Ele, que é agente penitenciário, é a primeira baixa do secretariado do governador recém-empossado, Wilson Witzel.

Leia também:

– Wilson Witzel e o poder das milícias, por Sidney Rezende

Comentários




    gl