Escola gera polêmica ao pedir kit médico para meninos e de cozinha para meninas

Escola pede kit médico para meninos e de cozinha para meninas. Foto: Reprodução de Internet

Uma lista de material escolar  causou polêmica em Teresina (PI).  De acordo com informações do iG, o Instituto Dom Barreto solicitou que os meninos levassem um “kit profissão” – como médico, mecânico e bombeiro – no início das aulas, cabendo às meninas levar um com utensílios de salão de beleza e cozinha.




A tia de uma das alunas publicou, em sua conta do Facebook, uma crítica ao pedido da escola, afirmando que o local “valoriza apenas algumas profissões e desvaloriza outras várias, tão importantes quanto”, além de alertar: “Não adoeçam as crianças, não alienem as crianças, ensinem a elas sobre o mal do machismo, preconceito e homofobia, quando for o momento mais adequado!”. O posicionamento recebeu apoio de outros pais nas redes sociais.

Em nota, o Instituto explicou que a lista não pretende impor, limitar ou distinguir o uso dos brinquedos pelos alunos. “O objetivo não é estimular ou segregar uma profissão em detrimento de outra, tampouco reproduzir uma visão caduca de atividades específicas e distintas para meninas e meninos”, alega.







Comentários




    gl