Eliomar Coelho pede para sair de CPI dos Ônibus

Vereador Eliomar Coelho. Foto: Divulgação

O vereador Eliomar Coelho (PSOL) anunciou, nesta quinta-feira, sua renúncia à posição de membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Énibus. Autor da projeto que pede a investigação dos contratos das empresas da cidade, o parlamentar tomou a decisão de sair depois de ver a base governista do prefeito Eduardo Paes (PMDB) assumir os cargos de relator e de presidente.

“Se não acredito que a CPI é legítima, não posso continuar compactuando com ela”, disse Eliomar, em reunião com vereadores que discordam da composição da CPI.

A decisão acontece um dia depois de a Justiça indeferir o pedido de liminar para o cancelamento da Comissão, feito por Eliomar e outros vereadores da oposição. Assim, a CPI suspensa desde o dia 22 será retomada.

O vereador também promete criar, em conjunto com outros parlamentares, uma Comissão Popular de Inquérito, que vai resultar em relatório que será encaminhado ao Ministério Público (MP). 

Manifestantes acamparam por 12 dias na Câmara Municipal exigindo a saída de Chiquinho Brazão (PMDB) da presidência da CPI e o afastamento dos vereadores Professor Uóston (PMDB), relator, Jorginho da SOS (PMDB) e Renato Moura (PTC). O grupo teve que deixar o local após dem judicial de reintegração de posse.

Comentários




    gl