Dona de casa vai à Justiça contra Bolsonaro para conseguir auxílio de 1 mil dólares

Auxílio emergencial. Foto: Reprodução de Internet

Após o presidente Jair Bolsonaro afirmar na abertura de 75ª Assembleia Geral da ONU que está pagando R$ 1 mil dólares de auxílio emergencial no Brasil, uma dona de casa do Rio de Janeiro entrou com processo na Justiça para ter acesso à diferença de valor. Assim como outros beneficiados, ela recebeu apenas R$ 2,4 mil de auxílio em quatro parcelas de R$ 600.

Ao contrário do que foi defendido pelo presidente no discurso, o benefício soma R$ 4.200 ao longo do ano, equivalentes a US$ 772, segundo a cotação do dólar no dia 21 de setembro (R$ 5,44). O valor, portanto, não chega perto de 1 mil dólares.

Na petição da dona de casa, as advogadas Leila Loureiro e Noemy Titan escrevem que, na atual cotação do dólar, o valor total do auxílio deveria ter sido de R$ 5.540. Elas afirmam ainda que o valor recebido não foi o suficiente para gastos com saúde, educação e moradia, e pedem dano moral. Ao todo, a causa soma R$ 9.420.

“Dados os fatos acima, busca a presente pretensão o pagamento da diferença entre o valor recebido e o valor declarado pelo Presidente, de modo a materializar fielmente o benefício financeiro que foi destinado aos brasileiros, segundo expressamente proclamado pelo Chefe maior do estado”, argumentam. A informação é do G1.










Comentários

 




    gl