Defesa Civil de Maceió coloca alerta máximo em mina da Braskem

Hashtag MacéioTáAfundando se espalha no Twitter. Foto: Reprodução

Alagoas. A Defesa Civil da cidade de Maceió informou que permanece em alerta máximo devido ao risco iminente de colapso da mina da Braskem, no bairro Mutange, na capital alagoana.

O órgão orientou que fosse evitada a circulação de pessoas e de embarcações na lagoa próximo ao local, que foi desocupado por causa do afundamento do solo causado pela mineração.

Em nota, a Defesa Civil alertou para o “risco iminente de colapso” da mina número 18. Estudos mostram um aumento significativo na movimentação do solo, indicando possibilidade de rompimento e surgimento de uma imensa cratera.

A mina citada pelo órgão é formada por cavernas abertas pela extração de sal-gema durante décadas de mineração, mas que estavam sendo fechadas desde que o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) confirmou que a atividade realizada pela Braskem havia provocado o fenômeno na região.

De acordo com a Braskem, a movimentação no solo foi registrada “em um local específico, dentro das áreas de serviço da companhia, nas proximidades da Av. Major Cícero de Goes Monteiro”, que foi isolada preventivamente.

O ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, em contato com o governador de Alagoas, Paulo Dantas, determinou a ida imediata do diretor de obras, Paulo Falcão, e de um membro do Grupo de Apoio a Desastres (Gade), para acompanhar e monitorar a situação.

Comentários

 




    gl