Corte de 30% em recursos vale para todas as universidades federais, diz MEC

Educação. Foto: Agência Brasil

Educação. Foto: Agência Brasil

Os cortes de 30% em verba pública valem para todas as universidades e institutos federais, de forma “isonômica”, segundo informou o secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Barbosa de Lima Junior.

O anúncio foi feito após críticas de que os bloqueios de recursos ocorreriam em três instituições – Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade Federal da Bahia (UFBA) – que foram palco de manifestações contra o governo Bolsonaro.

Segundo ele, o “bloqueio” foi feito “de forma preventiva” e “só sobre o segundo semestre”. À Rede Globo, ele declarou ainda que está “estudando alguns parâmetros” para definir quais delas seriam “premiadas” com uma “redução menor do que as outras” ao longo do ano, “mas com ênfase no segundo semestre”.

Nesta terça-feira (30), o ministro da Educação, Abraham Weintrab, determinou o corte de pelo menos 30% dos recursos da UnB, da UFF e da UFBA por terem permitido que ocorressem supostos atos políticos, classificados por ele como “balbúrdia”.

“Universidades que, em vez de procurar melhorar o desempenho acadêmico, estiverem fazendo balbúrdia, terão verbas reduzidas”, disse Weintrab para a jornalista Renata Agostini, do jornal “O Estado de S.Paulo”.

Comentários




    gl