Câmara do Rio rejeita impeachment do prefeito Marcelo Crivella

Marcelo Crivella. Foto: Reprodução

Marcelo Crivella. Foto: Reprodução

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro aceitou nesta terça-feira (25) o parecer entregue pela comissão processante sobre o impeachment do prefeito Marcelo Crivella e votou contra as denúncias analisadas pela comissão. Com a decisão, o processo é suspenso pelos parlamentares.

Para que Crivella fosse cassado, seriam necessários ao menos 34 votos contra ele – o equivalente a dois terços dos 51 vereadores da Casa. Esta foi a primeira vez, desde a redemocratização, que um chefe do Executivo municipal do Rio passou por um processo de cassação.

Em sessão plenária, os vereadores absolveram o Crivella a três denúncias relativas ao mesmo caso e aceitaram a sugestão da comissão entregue na última quarta-feira (19). Eles concluíram que Marcelo Crivella não teve culpa nas supostas irregularidades cometidas.

Confira detalhes das votações:

1ª Denúncia
Omitir-se ou negligenciar na defesa de bens, rendas, direitos ou interesses do município sujeito à administração da Prefeitura

Sim- 13
Não- 35
Abstenções- 1

2ª Denúncia
Praticar contra expressa disposição de lei, ato de sua competência ou omitiu-se na sua prática

Sim – 13
Não – 35
Abstenções – 1

3ª Denúncia
Proceder de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo

Sim – 14
Não – 34
Abstenções – 1

Comentários




    gl