Bolsonaro lamenta que no Brasil não tenha prisão perpétua

Jair Bolsonaro. Foto: Divulgação

Jair Bolsonaro. Foto: Divulgação

Menos de uma semana após o principal ministro, general Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), ter um surto e pedir a prisão perpétua de Lula, o presidente Jair Bolsonaro usou o Twitter nesta terça-feira (17) para dizer que “infelizmente” nossa constituição não permite esse tipo de pena.

“O chocante caso do menino Ruan, que teve seu órgão genital decepado e foi esquartejado pela própria mãe e sua parceira, é um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil e que nos faz pensar que infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua”, tuitou Bolsonaro, sobre o caso do menino que foi assassinado pela mãe e a companheira dela no Distrito Federal.

Na sexta-feira (14), durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto ao lado de Bolsonaro, Heleno se exaltou ao comentar as recentes declarações de Lula em entrevista a órgãos de imprensa. Irritado, ele ainda pediu a prisão perpétua do inimigo político.

Comentários




    gl