Fracasso do Governo Bolsonaro obriga indústrias a deixarem o Brasil

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes. Foto: Reprodução de Internet

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes. Foto: Reprodução de Internet

Entre 2003 e 2014, nos governos Lula e Dilma, marcados pela expansão do mercado interno e da renda do trabalhador, o Brasil ganhou 127 mil novas unidades industriais, saltando de 257,7 mil para 384,7 mil fábricas. A partir de 2015, quando PSDB e MDB se uniram para sabotar o governo federal e golpear a democracia para assim retomar o governo, a indústria brasileira entrou em colapso. Desde aquele ano, o Brasil perdeu 17 fábricas por dia e o número atual é de apenas 348,1 mil unidades industriais. O levantamento foi feito pela CNC e publicado pelo jornal “Estado de S. Paulo”.

Paulo Guedes e Jair Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR

“Entre 2015 e 2020, o Brasil perdeu 36,6 mil estabelecimentos industriais, mostra levantamento da CNC; segundo especialistas, números comprovam processo de desindustrialização, evidenciado pelo anúncio da saída da Ford. O Brasil passa por uma desindustrialização prematura e rápida, o que dificulta ainda mais a inovação de empresas e a requalificação de empregos”, diz Glauco Arbix, coordenador do Observatório da Inovação da Universidade de São Paulo (USP), aponta reportagem publicada no jornal “Estado de S. Paulo”.

Com Brasil 247

Comentários

 




    gl