Bebianno diz que Moro se encontrou com Guedes para ser ministro antes de eleição

Sergio Moro e Paulo Guedes. Foto: Antonio Lacerda/Agência Brasil

Sergio Moro e Paulo Guedes. Foto: Antonio Lacerda/Agência Brasil

O ex-ministro da Secretaria-Geral da República Gustavo Bebianno afirmou que o ex-juiz Sérgio Moro teve pelo menos cinco encontros com o atual ministro da Economia, Paulo Guedes, antes do resultado da eleição presidencial.

Em entrevista concedida ao jornalista Fabio Pannunzio, Bebianno contou que aliados tiveram um encontro na casa de Bolsonaro no dia do segundo turno.

“O Paulo Guedes estava na sala, me puxa, me chama e diz assim: Bebianno eu quero conversar com você aqui um negócio importante. E foi a primeira vez que o Paulo Guedes mencionou que estava conversando com o Sergio Moro. Ele me contou que já tinha tido 5 ou 6 conversas com o Sergio Moro e que o Sergio Moro estaria disposto a abandonar a magistratura e aceitar esse desafio como ministro da Justiça”, diz Bebianno, que afirma ainda que está escrevendo um livro sobre os bastidores da campanha de Bolsonaro.

Depois de aceitar o convite, Moro foi oficializado como titular da Justiça e Segurança Pública. Ele liberou a delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci há uma semana do primeiro turno do pleito presidencial e condenou o ex-presidente Lula.

No dia 8 deste mês, Bolsonaro confessou que devia sua vitória nas eleições a Moro, ao afirmar que não ocuparia o cargo atual se Moro “não tivesse cumprido bem a missão quando era juiz responsável pela Operação Lava Jato”.

Comentários




    gl