Após ‘festa na favela’ ser evitada nas redes, torcida do Flamengo responde com mosaico

“Festa na favela” foi a frase do mosaico rubro-negro. Foto: Venê Casagrande

Não caiu nada bem a notícia de que a empresa contratada pelo Flamengo para gerir as redes sociais do clube, “X-Tudo Comunicação”, estava evitando usar o termo “festa na favela” nas páginas oficiais do time na internet. A torcida, então, usou a partida válida pela final do campeonato carioca para protestar e exibiu o mosaico com os dizeres ‘proibidos’ das redes sociais.

Assim que os jogadores entraram em campo, no Maracanã, na tarde deste domingo (21), às 16 horas, os rubro-negros localizados no setor Norte do estádio montaram o mosaico em preto e vermelho com a frase “festa na favela”. A iniciativa da peça foi da torcida e patrocinada pelo clube.

Além do mosaico, o famoso cântico “festa na favela” foi bastante cantado no estádio, até porque a equipe venceu o Vasco por 2 a 0 e se tornou campeã carioca de 2019.

Clube também se rende à “festa na favela”

Não foram só os torcedores que fizeram questão de exaltar a expressão. O Flamengo também usou a frase no telão do Maracanã e nas redes sociais do time após a conquista do título. Vale lembrar que a última vez que o termo “festa na favela” foi usado nas redes sociais do Flamengo havia sido no dia 10 de junho de 2018, na vitória sobre o Paraná, no mesmo estádio.

A polêmica com a expressão foi grande por causa da revelação que Diogo Rocha, gerente das redes sociais do Flamengo e funcionário da empresa “X-Tudo Comunicação”, disse que favela “é algo associado à violência” no Rio de Janeiro e, por isso, deveria ser evitada nas páginas oficias do clube.

Comentários




    gl