Após bate-boca, Rodrigo Maia rompe relação com líder do governo na Câmara

Rodrigo Maia. Foto: Reprodução de Internet

Rodrigo Maia. Foto: Reprodução de Internet

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, rompeu suas relações com o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo. Ambos bateram boca nesta terça-feira (21) durante reunião com líderes partidários que discutia a pauta da semana na Casa, segundo o colunista Guilherme Amado da revista “Época”.

Segundo Maia, Vitor Hugo compartilhou no fim de semana uma mensagem dizendo que as relações políticas só funcionam na base do dinheiro. Na ocasião, o deputado enviou para correligionários postagens sobre supostas negociações de cargos nos governos Michel Temer e Dilma Rousseff em troca do apoio do Congresso.

“Vítor Hugo está excluído da minha relação porque ele compartilhou no grupo de deputados que negociar é entrar na Câmara com um saco de dinheiro”, disse o presidente da Câmara.

Antes de encerrar reunião com líderes partidários, Maia afirmou que tem sido alvo de ataques constantes do governo e de seu líder na Câmara. “Fui atacado e por isso exclui ele das minhas relações pessoais”, disse Rodrigo Maia, segundo líderes que participaram do encontro.

Vítor Hugo reagiu dizendo que as críticas nunca foram pessoais e que a mensagem foi tirada de contexto e que diversas vezes tentou buscar o contato com Maia para estabelecer uma relação republicana. O líder criticou ainda o fato de Maia reunir parte de líderes na residência oficial e disse que o presidente não quis “abrir as portas” para ele.

A discussão entre Rodrigo Maia e Major Vítor Hugo pode atrapalhar as negociações do governo com o Congresso. O presidente da Câmara, porém, ainda tem diálogo aberto com a deputada Joice Hasselamnn, líder do governo no Congresso. O governo precisa aprovar ao menos três medidas provisórias nesta semana para evitar que elas percam validade.

Comentários




    gl