Aluno denunciado por racismo é afastado de universidade na Bahia

Aluno da UFRB se recusa a receber documento de professora por ela ser negra. Foto: Reprodução de Internet

A direção da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) optou por afastar preventivamente o aluno que cursa Ciências Sociais e foi denunciado por racismo. Ele ainda não foi comunicado oficialmente da decisão.

Apesar da medida, e estudante poderá frequentar as aulas do seu curso, a proibição é para o Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) onde aconteceu o ato.

O aluno, que teve nome preservado, não quis pegar a prova das mãos de uma professora. Com o fato, ela reportou o caso como racismo.

Estudantes relatam que desde que entrou na Universidade, em 2018, o estudante de Ciências Sociais se recusa a pegar coisas das mãos de pessoas negras e que pessoas negras tenham manuseado ou até mesmo sentar próximo. Chegando a dizer que “não se mistura com negros pois foi bem criado”.

A coordenadora do curso de História da Universidade foi chamada e expulsou o aluno da sala, chamando os outros estudantes para se colocarem à disposição como testemunha. A Polícia Civil do estado informou que o caso foi registrado na Delegacia Territorial de Cachoeira e será apurado pela unidade.

Comentários




    gl