Salão recusa atender mulher com paralisia e funcionária de outra loja faz as unhas da moça

Mulher ajuda moça expulsa de loja por ter paralisia cerebral. Foto: Reprodução/Facebook

Até onde vai a empatia de alguém? No caso de Tasia Smith, funcionária da loja Walmart, em Burton, Estados Unidos, a solidariedade a levou ao meio do shopping para ajudar Angela Peters, que sofre com paralisia cerebral. A mulher, que queria fazer as unhas, havia sido expulsa de um salão de beleza “por se mexer muito”.

Tasia, ao ver a cena, logo se prontificou a ajudar Angela. Fez questão de comprar os itens necessários e fez as unhas da mulher no meio do shopping. Mais tarde, via facebook, Tasia contou a experiência aos amigos. A publicação foi curtida por mais de seis mil pessoas, que a parabenizaram pelo ato. “Hoje, essa doce menina entrou no salão ‘Da Vi Nails’ do Walmart de Burton e eles negaram atendê-la porque ‘ela se move muito'”, escreveu.

Veja a íntegra da publicação:

Today, this sweet girl went into burton Wal-Mart's nail salon "Da Vi nails" and they denied her service because "she…

Posted by Tasia Smith on Monday, July 30, 2018

 

Comentários




mais notícias

    gl