Morre Bebeto de Freitas, diretor do Atlético Mineiro e ex-presidente do Botafogo

Bebeto de Freitas. Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Bebeto de Freitas. Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Morreu nesta terça-feira (13) em Belo Horizonte aos 62 anos, Bebeto de Freitas, diretor de administração e controle do Atlético-MG.

Bebeto foi vítima de um infarto fulminante após passar mal, minutos depois de ter participado do lançamento oficial do time de futebol americano do Atlético na Cidade do Galo. Ele recebeu atendimento médico de forma imediata no local mas não resistiu.

Pelo Twitter, Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético-MG, escreveu um texto em homenagem a Bebeto de Freitas que foi presidente do Botafogo entre 2002 e 2008.

Com extensa carreira esportiva, Bebeto de Freitas foi treinador da seleção brasileira masculina de vôlei que ficou com o vice-campeonato nos Jogos Olímpicos de 1988, em Seul. Ele  fez sucesso no vôlei italiano, ao comandar o Maxicono Parma entre 1990 e 1995, onde conquistou cinco importantes títulos nacionais e recebeu o convite para treinar a seleção italiana entre 1997 e 1998.

Bebeto esteve presente na coletiva de imprensa ao lado de representantes do BH Eagles e do Sada Cruzeiro, que juntos montaram a equipe de Futebol Americano que tinha o Cruzeiro como parceiro até fevereiro. O grupo mudou de cores na capital mineira e agora usará preto e branco.

Após a cerimônia, os convidados se dirigiram ao hotel do clube, na parte superior do centro de treinamento. Bebeto de Freitas acabou passando mal, enquanto apresentava as acomodações da concentração atleticana. O Atlético decretou luto oficial de três dias após a morte do dirigente.

Comentários




mais notícias

    gl