Mergulhador divulga fotos do resgate em caverna na Tailândia

Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi

Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi

O mergulhador Mikko Paasi compartilhou algumas fotos da operação de resgate do time de futebol que ficou preso em um complexo de cavernas na Tailândia. Doze atletas juvenis e um treinador foram resgatados durante uma operação de salvamento que levou três dias, iniciada após grupo ficar confinado na região por 15 dias. As publicações somam milhares de compartilhamento.

Entre as imagens, estão fotos de mergulhos na cavidade subterrânea; da instalação de tanques de oxigênio em partes do complexo de cavernas; além de roupas e acessórios cobertos de lama após a operação.

Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi
Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi
Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi
Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi
Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi
Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi
Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi
Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi
Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi
Mergulhador profissional Mikko Paasi compartilhou fotos do resgate na Caverna na Tailândia. Reprodução/Mikko Paasi

Um resgate dramático

Após três dias de operação, time de futebol preso em complexo de cavernas na Tailândia foi completamente resgatado na última terça-feira (10). Sobreviventes ficaram presos na cavidade subterrânea do parque natural de Tham Luang, no dia 23 de junho, depois de uma inundação decorrente de fortes chuvas na região.

A operação de resgate dos 13 sobreviventes começou na manhã do último domingo (08), quando quatro meninos foram resgatados da caverna. Na segunda-feira (09), mais quatro jovens foram retirados do local. O terceiro e último dia de resgate teve o salvamento dos quatro adolescentes restantes, além do treinador do grupo.

Os sobreviventes foram levados a um hospital equipado especialmente para os tratamentos necessários para suas reabilitações. Apesar do bom estado de saúde, eles estão subnutridos e com o sistema imunológico fraco. Contato com outros humanos e com locais abertos podem expôr os jovens a doenças.

Operação de risco

Além de profissionais de diversas áreas, uma equipe de 90 mergulhadores realizam os resgates. De acordo com Narongsak Osatanakorn, governador da província tailandesa de Chiang Rai, 50 mergulhadores são estrangeiros e 40 tailandeses. Salvamento só foi possibilitado por redução na intensidade das chuvas na região.

Segundo autoridades locais, os sobreviventes estavam em bom estado de saúde. O sucesso do resgate se deu tanto por causa dos treinamentos de mergulho realizados com os jovens dentro da caverna, quanto pelos testes feitos pelas equipes de salvamento. Para retirar as crianças e o treinador da cavidade subterrânea ainda com vida, mergulhadores profissionais testaram diferentes técnicas; incluindo o uso de capsulas submarinas.

Antes do início da operação, especialistas chegaram a considerar esperar o final do período chuvoso para iniciar processo. Espera poderia durar até quatro meses. No entanto, com estiagem momentânea das chuvas e sucesso na drenagem da água da caverna, autoridades decidiram adiantar o salvamento. Ainda no período de testes de resgate, um homem perdeu a consciência e faleceu ao tentar sair do complexo de cavernas. Saman Kunan, de 38 anos, fez parte da marinha tailandesa.

Relembre o caso

O time de futebol Moo Pa (Javali em tradução livre do tailandês), formado por 12 atletas juvenis e um técnico, fazia um passeio pelo complexo de cavernas Tham Luang, na província de Chang Rai, no norte da Tailândia. Durante o passeio, eles foram surpreendidos por uma forte chuva, que inundou o complexo de túneis e impediu a saída. Equipe ficou desaparecida por nove dias e mobilizaram uma busca com a participação de 1.300 pessoas, que incluiu o exército tailandês e especialistas de Estados Unidos, Japão, China e Austrália.

Comentários




mais notícias

    gl