‘Belaventura’: leia o resumo dos capítulos de 11 a 15 de dezembro

Belaventura. Foto: Divulgação

Belaventura. Foto: Divulgação

Capítulo 100 S.77 – segunda-feira, dia 11/12 de dezembro
Fernão encara Otoniel, que tem a identidade escondida sob a máscara de ferro. O corpo do soldado morto está no chão. Pietra grita por socorro que continua sendo atacada pelo médico da peste. Mistral chega e vê Biniek e já desembainha a espada e pede para que se afaste da rainha. Enrico entra na sala do trono de Valedo e questiona Severo sobre o massacre na Vila. Carmona diz a Lizabeta que vai embora novamente. Fernão golpeia Otoniel que cai. Severo pede para falar a sós com Enrico e pede que Cedric, Accalon e Jacques esperem do lado de fora. Enrico propõe uma trégua a Severo. Pietra diz à Dulcinéa que tem certeza que tentaram matá-la. Pietra diz que não está louca e Bartolion diz que acredita nela. Bartolion pede à Pietra que conte tudo o que aconteceu. Severo concorda com a proposta de Enrico. Fernão já entra furioso, carregando Otoniel, que usa a máscara de ferro. Tácitus caminha com Daros pela vila e comenta sobre o comportamento de Carmona. Selena comenta sua decepção com Jacques por ele ter passado para o aldo de Enrico. Marion agradece Joniel por ter salvado Arturo. Marion diz que agora que não tem mais a proteção do rei Severo, que irá resistir e lutar para reconquistar o que lhe pertence. Arturo está irritado, conversando com Brione e Gonzalo e diz que quer ir embora da casa de Joniel. Joniel conta que Arturo é seu filho e ela não acredita. Joniel diz que Arturo tem uma marca de nascença igual a dele e mostra à Marion que se surpreende. Gonzalo diz à Brione que assim que Arturo se recuperar dos ferimentos, que eles irão embora para outro lugar e seguir suas vidas. No castelo de Valedo, Enrico caminha seguido por Accalon e Jacques. Eles se deparam com Otoniel com a máscara de ferro, sendo levado por um soldado. Selena fica irritada com Fernão que não descobriu quem era o prisioneiro. Fernão diz que não dava para saber pois estava usando a máscara de ferro. Severo está sentado em seu trono diante de Cedric e Nodier. Nodier diz que foi muito arriscado ter pai e filho lado a lado no castelo. Dulcinéa conversa com Pietra como se ela estivesse no quarto e diz que está muito frio, quando Dulcinéa vai fechá-la e se dirige à Pietra, ela não está na cama. Pietra chega num campo florido, tensa. Ela tem uma mensagem na mão e lê. Pietra olha para as flores, emocionada. Pietra avista o médico da peste se aproximando, ela se espanta. Pietra se volta para trás, rapidamente, vendo que é Lucy que está ali, emocionada ao vê-la. Na surpresa de Pietra diante da mãe.

Capítulo 101 S.78 – terça-feira, dia 12 de dezembro
Pietra está emocionada diante de Lucy. Ela pergunta se tudo o que está acontecendo é real e Lucy diz que finalmente voltou para reencontrá-la e que explicará tudo o que aconteceu. As duas se abraçam. Enrico fica indignado ao ver que o prisioneiro com a máscara de ferro está em condições desumanas. Severo vai até a masmorra falar com Otoniel e diz que o culpado por tudo de ruim que aconteceu foi o Enrico. Nodier diz para Severo que Selena vai fazer de tudo para descobrir quem é o prisioneiro. Enrico, Jacques e Accalon estão saindo do castelo de Valedo quando encontram Cedric. Enrico pede que liberte o prisioneiro mascarado, mas Cedric pede outro prisioneiro como troca. Enrico não aceita e vai embora. Lucy conta a Pietra que Cedric perseguiu seu pai porque era um homem que se dedicava aos estudos da cura de alguns males. E que Cedric foi o responsável pela morte do pai de Pietra como também se apossou de todas as suas riquezas. Pietra se espanta e quer saber se já tiveram posses. Lucy diz que explica tudo no caminho e que Pietra tem de ir embora junto com ela. Dulcinéa e Bartolion percebem que Pietra sumiu e ficam preocupados se ela não caiu em alguma emboscada. Lucy insiste para Pietra ir embora com ela, mas Pietra diz que não pode abandonar Enrico. Lucy vai embora mas pede que Pietra decida se vai embora com ela ou vai ficar com Enrico. Cedric ameaça Falstaff dizendo que colocará fogo na taverna se não contar a verdade sobre Lucy estar viva. Pietra volta ao castelo onde estão todos preocupados e conta para Enrico que reencontrou a sua mãe. Enrico fica preocupado. Cedric vasculha a taverna enquanto Mistral entra e escuta falarem da mãe de Pietra. Mistral não deixa Cedric sair do castelo e os dois retiram as espadas. Selena vai falar para Brione que ela pode ser a sucessora do trono. Brione fica surpresa. Pietra pede que Enrico acredite nela, mas ele insiste em dizer para ela tomar cuidado. Pietra tem certeza que reencontrou sua mãe, mas Enrico diz que pode ser delírio dela. Mistral e Cedric duelam na taverna. Cedric percebe que está em desvantagem e chama os soldados. Enrico proíbe Pietra de sair do castelo sozinha. Ela sai e deixa Enrico irritado. Bartolion conta a Enrico que o físico Merlino não morreu e que ficou se recuperando na masmorra. No, quarto Pietra está em companhia de Lizabeta e Dulcinéa quando avista o médico da peste. Ela fica tensa, pega a adaga e parte para cima do médico no momento em que Elia entrava no quarto. Elia é ferida por Pietra. Todas se assustam e Pietra percebe que tem sangue de Elia em suas mãos.

Capítulo 102 S.79 – quarta-feira, dia 13 de dezembro
Pietra pede desculpas à Elia e diz que viu um invasor. Lizabeta diz que seu irmão está em certo em querer protege-la. Elia acha melhor não fazer alarde e que foi apenas um acidente. Enrico diz que Merlino terá de dizer toda a verdade e que não há espaço para um homem como Merlino na corte. Bartolion pede que tenha cuidado. Cedric ameaça Falstaff se não contar o que sabe sobre Lucy. Falstaff mostra a Cedric um embrulho que chegou para Lucy depois do desaparecimento dela. Cedric pega o embrulho. Enquanto Otoniel está sozinho na masmorro, Severo lhe oferece água mas Otoniel bate na cuia. Severo continua falando mal de Enrico e Otoniel acredita nele. Selena conversa com Leocádia e diz que Brione merece se tornar a sucessora do trono, pois assim ganharia tempo. Enrico vai até a masmorra e com uma espada em mãos obriga Merlino a dizer o que fez para Pietra. Pietra pede que Elia a perdoe. Dulcinéa fala para Pietra que não existia nenhum invasor no quarto. Pietra fica em dúvida se o encontro com sua mãe é obra de sua imaginação. Merlino conta a Enrico que não foi o que ele deu a Pietra que causou as alucinações dela, mas sim o antídoto que Bartolion deu e que agora só o conselheiro terá que desfazer este mal que provocou. Bartolion diz para Jacques, Dumas e Accalon que não admite que levantem desconfianças a respeito de suas intenções. Leocádia diz para Severo que caso opte em não dar algum poder a Falstaff é melhor acabar com ele de uma vez por todas. Severo fica ali pensativo. Cedric está conversando com Nodier quando Selena aparece. Cedric diz para ela que tem uma prova de que Lucy pode estar viva e abre o embrulho. É uma roupa preta com uma máscara de médico igual ao do médico da peste visto por Pietra. Enrico conversa com Pietra e os dois se declaram. Carmona sai para caminhar com Corinto na Vila quando Fergau surge com alguns errantes. Carmona fica tensa. Severo está na sala com Nodier e Cedric para em breve fazerem a transferência do prisioneiro. Nodier diz para o rei que pode confiar nele nesta missão. Neste momento, Selena aparece e diz que vai junto com Nodier. Pietra coloca um bilhete em sua cama e tenta sair do quarto quando percebe que a porta está trancada. Ela olha para trás e vê o médico da peste acompanhado de mais cinco pessoas como se fossem vítimas da peste. Pietra entra em pânico e se desespera perguntando o que querem dela.

Capítulo 103 S.80 – quinta-feira, dia 14 de dezembro
Pietra está apavorada diante de seu delírio em ver o médico da peste e de outros doentes se aproximarem dela. Mistral revela a Enrico que quando foi atacado pelos homens de Cedric, ouviu falar se existia alguma chance de Lucy estar viva. Enrico se surpreende. Lizabeta diz para Jacques que trancou Pietra no quatro pensando na segurança de Enrico e de todos. No castelo Valedo, Selena fica sabendo que o prisioneiro é o rei Otoniel. Pietra se desespera quando o médico da peste e os outros doentes seguram seu braço. Ela grita por ajuda. Enrico diz para Mistral e Bartolion que Pietra não pode saber da possibilidade de sua mãe estar viva. Brione e Gonzalo se beijam. Ela conta para Gonzalo que Selena quer transforma-la em rainha ao invés de Jacques. Marion diz para Arturo que ele não pode abrir mão do que é seu e não pode continuar vivendo como plebeu. lizabeta conta para Enrico que trancou Pietra no quarto e diz que só ele poderá salvá-la. Enrico pega a chave e sai correndo para o quarto. Ao entrar, vê Pietra na cama chorando e ela confirma que tinha a intenção de fugir. Mistral pressiona Merlino a revelar uma fórmula para reverter o efeito do veneno dado para Pietra. Merlino diz que não vai fazer diferença para ele e que quer mesmo que ela morra. Pietra pede que Enrico a deixe ir para não acontecer algo pior. Ela diz que tem medo de fazer alguma coisa contra a vontade dela por causa dos delírios e que, mesmo o amando, acha melhor ir embora. Dumas diz para Bartolion que a cura de Pietra pode estar na floresta. Enrico diz para Jacques, Lizabeta, Accalon e Dulcinéa que Pietra deixará o castelo. Todos se espantam com a notícia. Dulcinéa vai conversar com Pietra. Pietra diz que vai voltar para o lugar que nunca deveria ter saído. Severo fala para Otoniel que ele será levado para uma acomodação melhor. Severo tira a máscara de Otoniel que o olha assustado. Selena caminha rapidamente pelo castelo e Fernão o acompanha. Ele diz para ele que se arriscou para descobrir quem era o prisioneiro da máscara de ferro e em troca quer saber para onde a Ordem levava as mulheres. Laurinda que estava afastada vê os dois. Dulcinéa ajuda Pietra a arrumar as coisas. Pietra diz que vai voltar para a casa que sempre viveu com sua mãe. Dulcinéa e Elia se oferecem a acompanha-la. Lizabeta pede desculpas por tê-la prendido. Pietra agradece o carinho de Dulcinéa, Elia e Lizabeta. Quando Pietra entra na carruagem escoltada por Tácitus, Daros e Gregor, Selena aparece de repente. Selena diz que esperava há muito tempo por este encontro de rainhas. Pietra fica assustada.

Capítulo 104 S.81 – sexta-feira, dia 15 de dezembro
Pietra está assustada diante de Selena mas diz que está numa comitiva escoltada por cavaleiros. Sem reconhecer Selena, Daros pede que se afaste. Ao vê-la, ele diz que não deveria ter se distanciado do castelo. Muitos súditos se reúnem ao redor do castelo Belaventura para tentar solucionar seus problemas. Enrico diz que vai tentar ajudar quem quer que seja. Severo pede para Fernão alcançar a comitiva comandada por Selena, resgatar o prisioneiro da máscara de ferro e leva-lo ao seu esconderijo, ao invés do esconderijo que pertence à Ordem. Marion conversa com Polentina e diz que precisa arrumar um jeito de desmascarar Selena.

Comentários

srzd



mais notícias