Wagner Araújo sobre interdição dos barracões: ‘A solução está nas mãos da Liga’

Wagner Araújo. Foto: Henrique Matos.

Desde quinta-feira (19) os barracões das 13 agremiações do Grupo Especial encontram-se interditados pelo Ministério do Trabalho. O superintendente em exercício no Rio de Janeiro, Claudio Secchin, informou que as agremiações só poderão retomar os trabalhos na Cidade do Samba após cumprirem uma série de medidas para garantir a segurança dos funcionários. Em conversa com o SRzd, Wagner Araújo – diretor de Carnaval da Imperatriz Leopoldinense – falou sobre o acontecimento e afirmou que a solução está nas mãos da Liesa.

Ouça a declaração:

Procurada pelo SRzd, a Assessoria de Imprensa da Liesa afirmou não ter nenhum tipo de informação a respeito da resolução do caso, pois o mesmo se encontra sob responsabilidade do departamento jurídico da entidade.

O diretor de Carnaval também comentou sobre possíveis atrasos no pré-carnaval da Imperatriz: “Até agora nós perdemos alguns dias e não sabemos quanto tempo ainda vamos perder. Então, eu estou em compasso de espera da liberação para eu poder trabalhar. Vai prejudicar? Sem dúvidas. Mas eu não tenho outra alternativa. A única coisa que eu posso fazer é esperar”.

Wagner também afirmou que sua maior preocupação é em relação à ação da prefeitura: “Tenho que me preparar para alguma coisa que tenha que ser feita em termos de reforma e esperar a Liga me comunicar a hora que estiver liberado. O que mais me preocupa é em relação a prefeitura, que precisa fazer sua parte. E como eles disseram, até agora não foram notificados”.

Comentários




    gl