Fim de um ciclo. Carnavalesco recordista diz adeus: ‘objetivos pessoais mais altos’

Adeus. Foto: Arte

O carnavalesco que estava há mais tempo em uma agremiação na folia paulistana disse adeus:

“As grandes agremiações nos ensinam muito e nos projetam objetivos pessoais mais altos, reforçam nossa ambição e despertam nossa inquietude, fazendo com que tenhamos sonhos, planos e objetivos cada vez mais concretos e com maior valor agregado ao que pensamos ser correto. E é por este motivo que venho, através desta, deixar meus mais sinceros agradecimentos à escola e comunicar minha renúncia ao cargo que hoje ocupo nesta organização”. Diz um trecho da carta de desligamento de Wagner Santos endereçada ao presidente da Acadêmicos do Tucuruvi, Hussein Abdo Elselam, o seo Jamil, compartilhada pela assessoria da escola.

Santos assinou os últimos oito Carnavais da agremiação da Zona Norte conseguindo, nesta longa temporada, o melhor resultado da história do “Zaca”: o vice-campeonato do Grupo Especial em 2011, com o enredo: “Oxente, o que seria da gente sem essa gente? – São Paulo, capital do Nordeste”. Além disso, o extenso vínculo estabeleceu uma identidade visual aos desfiles da Tucuruvi, cheios de alegria, cores e originalidade.

Em 2017, levou para o Sambódromo o tema: “Eu sou arte. Meu palco é a rua”, e abordou os artistas que expressam suas ideias nos espaços comuns das grandes cidades, ficando com a oitava colocação. Clique aqui para relembrar.

Comentários

srzd