Portela lança nova marca e busca captação de recursos

Portela apresentou nova marca nesta quinta-feira (13) no barracão. Foto: SRzd

Majestade, raiz, vanguarda e visceral. A mistura dos quatro ‘pilares’ gerou a nova marca da Portela. A agremiação apresentou na tarde desta quinta-feira (13), no barracão na Cidade do Samba, o logotipo que representa a escola a partir de agora. De cara nova, a águia reúne os quatro elementos que são associados pelas pessoas ao pensar em Portela, segundo a empresa Saravah Branding, Comunicação e Design, contratada pela azul e branca para desenvolver o projeto.

O intuito de mudar a identidade visual da escola, segundo o presidente Luis Carlos Magalhães, é para consolidar e rentabilizar a marca Portela no mercado. Para ele, o momento de dificuldade financeira em que vive o Carnaval pede novas formas de captação de recursos. “A escola hoje tem quase um quarto da receita do Carnaval gerada por ela própria, mas precisamos de mais. Vamos entrar mais fortes no mercado, buscar parceiros e ser reconhecidos. Essa é a nossa postura”, disse.

Nova marca da Portela busca melhorar a imagem da escola no mercado. Foto: Divulgação

A questão do centenário é muito importante para a gente

O novo logotipo também faz parte do projeto que visa a comemoração dos 100 anos da Portela. A escola atinge a marca em abril de 2023, mas os planos já começaram.  “Hoje estamos com 95 anos, mas a questão do centenário é muito importante para a gente”, explicou Luis Carlos Magalhães.

O projeto de branding durou cerca de um ano e foi realizado pela empresa Saravah. De acordo com o diretor executivo Cristiano Mansur, a ideia da nova marca é mostrar que a Portela é mais que uma escola de samba. “Foi maravilhoso mergulhar nesse universo azul e branco. Hoje temos uma marca, mas que é muito mais que um logo. A imagem contém um manancial de referências, todas as associações que fazemos na nossa cabeça quando falamos em Portela”, comentou Mansur.

Mesa do lançamento foi composta por, da esquerda para a direita: Paulo Renato Vaz e Vinicius Ximenes (departamento de marketing da Portela), Fábio Pavão (presidente do conselho deliberativo da Portela), Cristiano Mansur (diretor executivo da Saravah), Luis Carlos Magalhães (presidente da Portela), Tia Surica (baluarte da Portela), Rosa Magalhães (carnavalesca da Portela) e Vanderson Lopes (presidente do Conselho Fiscal). Foto: SRzd

A marca nova já estampa as redes sociais, sites e aplicativos da escola. Segundo o diretor de marketing Paulo Renato Vaz, os torcedores poderão adquirir produtos com a nova identidade visual em breve: “A gente já partiu para a fase de licenciar a marca para diversos tipos de produtos. Nos próximos dias, o portelense já poderá adquirir e nossa meta é ampliar nos próximos meses”.

Pavilhão não será mudado e marca antiga não será extinta

Os mais tradicionalistas podem ficar calmos. A bandeira da Portela permanece a mesma. Já o logotipo antigo, com a águia rodeada pelas estrelas, será mantido em alguns locais especiais e emblemáticos para a escola, como no palco da quadra, onde o símbolo fica perto dos santos padroeiros.

A escola necessitava de uma marca tesouro

“Nós entendemos que, pela tradição, a escola necessitava de uma marca tesouro. É como será chamado, a partir de agora, o logotipo antigo da Portela”, explicou o diretor executivo da Saravah, empresa responsável pelo projeto.

Bandeira da Portela permanecerá a mesma. Foto: Juliana Dias/ SRzd

Comentários




mais notícias

    gl