Filha de Liza Carioca desabafa após falta de acordo em audiência sobre morte de sua mãe no Carnaval 2017

Liza Carioca. Foto: Adriano Ishibashi‎

Liza Carioca. Foto: Adriano Ishibashi‎

A filha da radialista Liza Carioca, Raphaella Anastacia, publicou um desabafo em seu perfil no Facebook, após não haver conciliação em audiência, que aconteceu nesta terça-feira (15). O processo, que tem Raphaella como um dos autores, tem como rés a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e a Paraíso do Tuiuti, pelo acidente com um carro alegórico desgovernado que atropelou Liza no Carnaval de 2017. A radialista morreu dois meses depois. Veja abaixo o desabafo de Raphaella:

Eu não desejo nem q a pessoa q eu menos gosto no mundo passe pelo q eu passei hj e por td q eu venho passando. É um filme de terror q nunca tem fim e pior vc está no filme. Vc não só assisti, vc tb vive ele tds os dias. Eu andei o dia td para esparecer a minha mente. Andei desorientada, chorando muito em meio as ruas do centro da cidade só pensando naqueles 60 dias do lado da minha mãe no hospital q sentia dor 24 hrs sem parar, cheia de ferros no corpo todo sem poder comer direito, se mexer, se quer sentar smp só a base de muitos remédios. Q agonizou até morrer por sepsemia. Larguei trab, estudo, parei minha vida pra cuidar dela. Passei o dia td viva andando até agora a noite pensando, pensando em td q passamos juntas e eu juro q eu preferia estar morta a sentir tanta dor. Tanta tristeza no meu coração! O adv da Liesa estava lá, o adv da Escola do povo como foi aclamada e ficou em 2° lugar tb estava juntamente com os seus representantes. Hj foi a 1° audiência pela morte da minha mãe e qd o juiz perguntou: Algum acordo a ser oferecido? Eu, meu irmão e o meu pai ouvimos q não. Nada! Absolutamente nd. Destruíram a minha família eu perdi um pai e uma mãe na mesma pessoa. Acabaram com td… Tiraram nosso alicerce e nossa estrutura. Nos tiraram o chão. Ainda q eu tivesse perdido a minha mãe por alguma doença eu me conformaria. Mais eu perdi a minha mãe por uma irresponsabilidade de uma Escola de Samba q recebe 2 milhões pra botar seu Carnaval na rua. Q veio mexer com o ponto fraco do povo esse ano pra poder apagar a morte causada no ano anterior. E o povo fez o q? Abraçou e aplaudiu. A minha mãe nao tomava um remédio pra nd ela tinha uma vida humilde, feliz, esbanjando saúde e sorrisos por onde ela passava. Um carro totalmente desgovernado e sem condições de desfilar esmagou a minha mãe, acabou com a bacia, o fêmur, saúde e a vida q ela ainda tinha pela frente. Ela só tinha 46 anos e muita força de vontade de viver. Ela trabalhava muito, dava nó em pingo d’agua. Smp deu um duro danado na vida para nos criar a mim e ao meu irmão e nunca bateu na porta de ngm pra pedir nd. E graças a Deus smp tivemos de tudo, tudo mesmo. Graças a ela! Eu estou hj dilacerada por tamanha maldade, falta de respeito, amor ao proximo, vergonha na cara, responsabilidade e muito pior estou mais impactada ainda por serem instituições e órgãos com total condição de assumir e tentar reparar pelo menos uma parte do q nos fizeram. Pq dinh nenhum trará a minha mãe de volta. Mais a indenização pela morte causada por eles é direito nosso. E vamos brigar e honrar a nossa mãe até o fim de nossos dias. É como eu falei lá atrás em fev qd eu soube o resultado da apuração: NÃO FOI A MÃE DE NGM, NÃO FOI A MÃE DELES, FOI A MINHA ENTÃO PODE SEGUIR O BAILE NE? Q Deus tenha misericórdia pq eu tô consumida pelo ódio, raiva, indignação e tudo mais q vcs puderem imaginar. Aplaudam bastante a Escola do Povo PARAÍSO DO TUIUTI ela merece e enriquece!!!<

Comentários




mais notícias

    gl