Exclusivo: SRzd conta detalhes da primeira etapa da criação da nova marca da Portela

Águia da Portela. Foto: Divulgação

Águia da Portela. Foto: Divulgação

A Portela está jogando todas as suas fichas no que em língua inglesa se chama “branding”. A grosso modo é a gestão de uma marca. Todo o trabalho realizado com o “objetivo de tornar a sua marca mais conhecida, mais desejada, mais positiva na mente e no coração dos seus consumidores. Envolve desde a concepção da marca até as ações cotidianas de marketing da empresa”.

Este trabalho inédito no Carnaval está sendo desenvolvido pela empresa Saravah, a mesma que criou o conceito do novo Maracanã reformado para a Copa do Mundo de 2014. Em entrevista exclusiva ao SRzd, o diretor executivo, Cristiano Mansur, explicou que sua equipe está seguindo um rígido cronograma de estratégia de marca.

Marca é mais que logotipo e sim todas as associações que a gente constrói na nossa cabeça quando a gente ouve, lê, lembra e vê.

Entusiasmado, Mansur disse que “marca é mais que logotipo… são todas associações que a gente constrói na nossa cabeça quando a gente ouve, lê, lembra e vê uma marca em si”. Como portelense, ele garantiu que o símbolo da “águia não será mexido”. O diretor deu uma razão poética para isso: “não vamos mexer na águia para que ela possa voar cada vez mais alto”. Tem gente que acredita que a primeira versão do trabalho já possa ser apresentada este ano. A direção da agência, no entanto, preferiu dizer que tudo isso ficará para 2018.

O trabalho pode ultrapassar inclusive o Carnaval, já que o reposicionamento visa um alcance de longo prazo. Veja a entrevista:

Comentários

srzd



mais notícias