Devido à redução da subvenção, Série A terá apenas uma escola rebaixada no Carnaval 2018

Viradouro, vice-campeã da Série A em 2017. Foto: Fat Press.

Devido à redução de 50% da subvenção da prefeitura para as escolas da Série A, a Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj) fará mudanças no regulamento do Carnaval 2018. O documento que previa o rebaixamento de duas agremiações no ano que vem será modificado para que somente uma agremiação caia para a Série B, que desfila na Intendente Magalhães. A decisão foi tomada em plenária. Além disso, ainda poderão ocorrer outras alterações no regulamento, como o número mínimo de carros alegóricos. Atualmente, há um máximo de quatro e um mínimo de duas alegorias. As informações são do ‘Jornal Extra’.

“É inviável rebaixarmos duas escolas de samba. É muito sacrificante diante desse corte cruel e perverso. A gente avaliou também que não é possível acabar com o rebaixamento porque precisamos ter a competitividade. Por isso, irá descer apenas uma escola e não duas”, afirma Déo Pessoa, presidente da Lierj.

O presidente também confirmou a manutenção dos preços dos ingressos dos desfiles da sexta e do sábado da Série A. As arquibancadas custam R$ 15.

“Ainda não assinamos o contrato com a prefeitura. Estamos só esperando isso para poder começar a vendar os ingressos. Mas o preço não irá aumentar. Vamos enfrentar essa dificuldade sem transferir para o público”, garante Déo.

Comentários




    gl