Beija-Flor se prepara para ‘ato cívico’ e adianta que desfilará com poucos destaques nos carros

Laíla. Foto: SRzd

Laíla. Foto: SRzd

A cúpula que comanda o Carnaval da Beija-Flor e os operários do barracão estão focados em atingir duas missões: finalizar os carros alegóricos e as fantasias; e preparar a escola para o “ato cívico em favor do Brasil” que a agremiação fará no dia 28 de janeiro, na praia de Copacabana. O diretor de Carnaval, Laíla, é o grande entusiasta da ideia de dar vida ao conceito do enredo deste ano: “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”.

Laíla lamentou o momento que o país está passando. “Qual o brasileiro está feliz com a situação atual?”, perguntou o diretor que, inspirado nisso, teve a desejo de levar os segmentos da Beija-Flor e todo o povo do samba para um grande desfile na orla da zona sul.

Vamos montar uma grande passeata ao som da nossa bateria, do canto da comunidade e na voz do Neguinho

Ele aproveitou a entrevista exclusiva ao SRzd e fez uma convocação: “Através do grito de alerta do nosso enredo, queremos colaborar para a melhoria do nosso povo. Por isso, conclamo aos sambistas, casais de mestre-sala e porta-bandeira, amigos da Série A, aos blocos, aos diretores de bateria, que possam estar junto do Rodney, aos diretores de harmonia, que possam ficar junto do meu grupo… e queremos a participação de todos que tenham fé em suas religiões, independente de qual seja”.

O desejo de Laíla é reunir a maior quantidade de sambistas possível para desfilar junto da Beija-Flor em Copacabana no dia 28. “Vamos montar uma grande passeata ao som da nossa bateria, do canto da comunidade e na voz do Neguinho. O que nós estamos pedindo é que as reivindicações populares sejam atendidas”, afirmou.

Laíla antecipa: Beija-Flor terá poucos destaques nas alegorias

Provocado, o diretor de Carnaval da Beija-Flor disse também que, dentre as novidades que estão sendo preparadas para o desfile deste ano, uma delas é a escolha de carros alegóricos com menos foliões sobre eles. Assista:

Comentários

srzd



mais notícias