Após campeonato, Beija-Flor abre trabalhos para tentar o bi em 2019

Reunião na quadra da Beija-Flor. Foto: Eduardo Hollanda

Reunião na quadra da Beija-Flor. Foto: Eduardo Hollanda

Cerca de um mês após o título do Carnaval de 2018, a Beija-Flor de Nilópolis deu o start para a tentativa de conquistar o bicampeonato no próximo ano.

Nesta segunda-feira (12), dirigentes e segmentos se reuniram na quadra da azul e branca, em Nilópolis, para fazer um balanço da temporada passada e projetar novas metas para as próximas.

Anísio Abraão David, presidente de honra, destacou a importância da comunidade para a vitória e saudou o retorno do diretor geral de harmonia, Valber Frutuoso, à equipe da agremiação. Anísio demonstrou ainda o desejo de contar mais uma vez com o talento da ala de compositores na produção de um grande hino oficial que embale o desfile de 2019 e ressaltou a necessidade de união entre os envolvidos nos preparativos do desfile.

“Vamos em busca do bicampeonato, para termos fôlego para o tri e quem sabe o tetra! Somos todos iguais, a Beija-Flor é um lugar de irmandade”, disse o dirigente.

Com 18 anos de histórias sobre a Beija-Flor para contar, Valber Frutuoso já tem em mente a escola que quer ajudar a levar para a Avenida em 2019. E é uma Beija-Flor com as mesmas características que a fizeram tantas vezes campeã.

Reunião na quadra da Beija-Flor. Foto: Eduardo Hollanda
Reunião na quadra da Beija-Flor. Foto: Eduardo Hollanda

“Não vamos nos acomodar. Temos que manter a marca de rolo compressor que cruza o Sambódromo, não vamos perder isso”, falou o principal responsável pela harmonia da agremiação.

O vice-presidente Almir Reis se colocou à disposição dos segmentos, que vão se reunir mais uma vez no próximo dia 20, com a presença da direção de todas as alas.

“Estou 24h à disposição e muito feliz com a presença de todos. Sei que todo mundo aqui é Beija-Flor e agradeço pelo compromisso com a escola”, finalizou Almir.

Comentários




mais notícias

    gl