Vídeo: ouvido por Moro, Gilberto Gil afirma que nunca soube de ilícitos do ex-presidente Lula

O artista confirmou que tinha contato permanente com Lula, mas que desconhecia qualquer vantagem recebida por ele via OAS ou Odebrecht. Foto: Reprodução

O cantor e compositor Gilberto Gil, na condição de testemunha de defesa de Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quinta-feira (9), disse ao juiz Sérgio Moro desconhecer qualquer ilícito atribuído ao ex-presidente Lula.

Gil foi ministro da Cultura por seis anos nos governos do petista entre os anos 2003 e 2008. Ele depôs na ação penal que investiga Lula no caso do sítio Atibaia, alvo da Operação Lava Jato

O artista confirmou que tinha contato permanente com Lula, mas que desconhecia qualquer vantagem recebida por ele via OAS ou Odebrecht.

Moro perguntou se o cantor tinha conhecimento de práticas criminosas do ex-ministro Antonio Palocci e do marqueteiro João Santana. “Tenho ouvido notícias a respeito”, respondeu Gil. “Mas na época não tinha conhecimento?”, insistiu o juiz, que obteve um “não” como resposta de Gilberto Gil. Assista ao depoimento na íntegra:

Comentários




mais notícias

    gl