Marconi Perillo, do PSDB, consegue habeas corpus e já está livre

Ex-governador de Goiás Marconi Perillo é alvo de operação da PF. Foto: Reprodução

Ex-governador de Goiás Marconi Perillo é alvo de operação da PF. Foto: Reprodução

Para quem apostou que haveria alguma punição mais pesado para o ex-governador de Goiás Marconi Perillo, que foi indiciado pela Polícia Federal, errou feio e ele já saiu da prisão. Ele ficou preso apenas 1 dia e, aproveitou este breve período para ir à igreja.

Agora, com calma, e solto, ele poderá cuidar da sua defesa já que a Polícia Federal indiciou Marconi Perillo por três crimes: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

A defesa de Perillo declarou que a Polícia Federal deveria ter ouvido o ex-governador antes de indiciá-lo e que provará a licitude de todos os atos de Perillo. O habeas corpus foi concedido pelo Tribunal Regional Federal, em Brasília.

Marconi Perillo ficou preso somente 1 dia e, liberado, foi à igreja agradecer.

O desembargador Olindo Menezes argumentou que todas as suspeitas da polícia e do juiz podem e devem ser apuradas, mas isso não equivale a que os investigados sejam presos, sem culpa formada.

Perillo é suspeito de receber R$ 12 milhões de propina nas campanhas eleitorais de 2010 e 2014, em troca de favorecer interesses da Odebrecht no estado.

 

 

 

Comentários




mais notícias

    gl