Michel Temer teria recebido R$ 15 milhões, diz delator da JBS

Michel Temer. Foto: Divulgação

Michel Temer. Foto: Divulgação

Em delação premiada, o diretor de Relações Institucionais da JBS, Ricardo Saud, informou que o presidente Michel Temer teria recebido pagamentos de vantagens indevidas no valor de R$ 15 milhões. Segundo o “Uol”, a quantia teria como contrapartida atuação favorável aos interesses do grupo J&F, controlador do frigorífico JBS. Nesta sexta-feira (19), o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou o sigilo das delações do grupo.

De acordo com a delação, houve “solicitação de vantagem indevida por parte do atual presidente da República, bem como do deputado federal Rodrigo da Rocha Loures (PMDB-PR), no montante de 5% do lucro obtido com o afastamento do monopólio da Petrobras no fornecimento de gás a uma das empresas do grupo. Além disso, haveria solicitação de outros valores relacionados à atuação em benefício do grupo empresarial J&F no tocante ao destravamento das compensações de créditos de PIS/COFINS com débitos do INSS”.

Comentários

srzd



mais notícias