Homem morre após passar o dia preso em cela a céu aberto

Cela. Foto: Divulgação/Defensoria Pública

Cela. Foto: Divulgação/Defensoria Pública

Um homem morreu após passar o dia e a noite preso em uma cela ao ar livre em uma delegacia em Barra do Corda, no Maranhão. Francisco Edinei Lima Silva, de 40 anos foi detido no domingo (8), após se envolver em um acidente de trânsito e apresentar sinais de embriaguez.

O caso revoltou familiares, amigos e moradores da cidade, uma vez que o local onde o rapaz ficou detido não tinha nenhuma proteção contra intempéries. A cela, parecida com uma jaula, fica no pátio da delegacia, exposta ao sol, à chuva e ao vento. Vale destacar que nesta época do ano, a região chega a registrar temperaturas de até 40°C.

Nas primeiras horas da segunda-feira (9), o detento sofreu convulsões. Depois de ser levado para uma Unidade de Pronto Atendimento do município, não resistiu.

A família acusa a delegacia de não ter prestado atendimento, versão contestada pelo delegado Renilton Ferreira. Segundo ele, o detento teve o acompanhamento dos advogados que não relataram nenhum problema de saúde.

Sobre a cela instalada na delegacia ao ar livre, Ferreira afirmou se tratar de uma ala destinada a presos provisórios “até serem atendidos pela autoridade policial competente”.

A presidente da Comissão de Política Criminal e Penitenciária da Ordem dos Advogados do Brasil do Maranhão (OAB/MA), Karolina Carvalho, disse ao jornal “O Estado de São Paulo” que pretende ir ao município para verificar as condições do local denunciado e lembrou que em várias cidades existem detentos cumprindo penas em delegacias, o que é proibido por lei.

No início do ano, a delegacia de Barra do Corda já havia sido denunciada pelo defensor público Jessé Mineiro, que solicitou em conjunto com o Ministério Público a interdição do local por parte do Poder Judiciário.

O laudo com a causa da morte de Francisco Edinei Lima Silva que será usado na investigação ainda não foi divulgado.

Comentários

srzd



mais notícias