Escola gera polêmica ao distribuir cartilha que associa gordo a botijão de gás

Cartilha que associa gordo a botijão é distribuída a crianças em escola de São José e gera polêmica. Foto: Reprodução de Internet

Cartilha que associa gordo a botijão é distribuída a crianças em escola de São José e gera polêmica. Foto: Reprodução de Internet

A cartilha “A Fantástica Magia dos Alimentos – informações para uma alimentação saudável”, entregue para alunos de uma escola municipal da cidade de São José dos Campos em São Paulo, gerou polêmica.

No material, uma história em quadrinhos traz personagens acima do peso que se comparam a um botijão e com medo de olhar no espelho. O material faz parte de um projeto desenvolvido para as aulas de educação física, com o objetivo de estimular a alimentação saudável e o combate ao sedentarismo.

No quadrinho, a personagem Alice sonha que está em um mundo rodeada pelas tentações das guloseimas e, quando engorda, tenta fugir. Ao se ver no espelho, ela não se reconhece e o espelho pede que ela “não se assuste” com a imagem refletida. Ao tentar correr, ela ainda questiona se, por estar gorda, vai conseguir passar pela porta. Em outro trecho, a personagem diz pra si que precisa ser rápida para executar uma ação, mas não consegue por estar “tão pesada”.

Cartilha que associa gordo a botijão é distribuída a crianças em escola de São José e gera polêmica. Foto: Reprodução de Internet
Cartilha que associa gordo a botijão é distribuída a crianças em escola de São José e gera polêmica. Foto: Reprodução de Internet

As mães dos estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental reclamam da forma como a publicação tratou o tema obesidade. Nas redes sociais, muitos internautas comentaram que o texto impõe às crianças medo da alimentação, distorção de imagem e reforça preconceitos como o que associa que pessoas acima do peso são “lentas” e “roncam”.

Cartilha que associa gordo a botijão é distribuída a crianças em escola de São José e gera polêmica. Foto: Reprodução de Internet
Cartilha que associa gordo a botijão é distribuída a crianças em escola de São José e gera polêmica. Foto: Reprodução de Internet

No site da editora responsável pelo conteúdo, o material é descrito como ideal para crianças a partir dos 6 anos de idade. A publicação é descrita como “uma divertida história em quadrinhos que vai possibilitar às crianças uma viagem pelo mundo da fantasia e conhecer hábitos alimentares prejudiciais à saúde”. A editora ainda descreve que há no material os dez passos para não deixar que a magia dos alimentos se transforme em um “monstro”.

Cartilha que associa gordo a botijão é distribuída a crianças em escola de São José e gera polêmica. Foto: Reprodução de Internet
Cartilha que associa gordo a botijão é distribuída a crianças em escola de São José e gera polêmica. Foto: Reprodução de Internet

Alexandre Carlos, dono da editora, alegou que a obra foi mal interpretada e que tentou entrar “dentro do imaginário da criança” para mostrar a crueldade que é a obesidade infantil.

A Secretaria de Educação e Cidadania de São José dos Campos informou que a cartilha foi feita pela gestão anterior e já determinou o recolhimento do material.

Comentários




mais notícias

    gl